• Contato
  • (34) 3312-5559
  • Seg a Sex | 8h - 11h & 13h - 17h

Notcias


Leia as notcias e novidades do SSPMU
Governo nega reajuste no tquete dos servidores
03-07-2018

Em reunião com sindicalistas nesta terça-feira, 3 de Julho, o Governo Municipal descartou o reajuste no tíquete alimentação dos servidores. A Diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Uberaba (SSPMU) lamenta o posicionamento adotado pela Administração, considerando que o ajuste beneficia toda categoria.

A retomada da negociação em torno desse item da pauta de reivindicações de 2018 reuniu dirigentes do SSPMU e os secretários Rodrigo Vieira (Administração) e Wellington Fontes (Finanças), além do chefe de Gabinete Fernando Hueb e o assessor de orçamento Jorge Macedo – o prefeito Paulo Piau cumpriu agenda em São Paulo.

O Governo colocou da impossibilidade de ajustar o tíquete alimentação como conseqüência do atraso nos repasses do Estado para a Prefeitura. Levantamento da Secretaria Municipal de Finanças aponta dívida de R$63 milhões. A maior parte referente a repasses atrasados para Saúde (75%) e Educação (18%).

De acordo com o presidente do SSPMU, Luís Carlos dos Santos, a Administração posicionou, contudo, que se os repasses forem equacionados, o reajuste no tíquete pode ser concedido. “Não se trata de um compromisso”, coloca o dirigente sindical, segundo o qual, o Governo falou ainda que a prioridade é pagar os servidores em dia.

Conforme Luís Carlos, os secretários não esconderam a possibilidade de atraso nos salários a partir de outubro, a permanecer essa situação. “Isso muito nos preocupa”, diz o presidente do SSPMU, adiantando que o Sindicato vai acompanhar a situação dos repasses do Estado para a Prefeitura.

O sindicalista ainda adianta que em princípio não vai convocar assembleia para colocar sobre a negativa no reajuste do tíquete, porque poucos servidores comparecem, “embora nas visitas tenhamos percebido muita insatisfação”.

Por outro lado, o Governo sinalizou com a possibilidade de atender outros itens da pauta de reivindicações tais como fixação de convênio com o Sest/Senat para isenção da taxa de renovação da carteira de motorista profissional, aumento no percentual pago ao servidor de carreira que assume cargo comissionado, e a liberação das férias prêmios para quem tem direito.

O vice-presidente do SSPMU, Carlos Humberto Costa e os diretores Edna Saito (Financeiro), Ednei Arsênio (Patrimonial), Luciene Rosa da Silva (Social) e Daniela Rocha Arantes (Secretária), além da assessoria jurídica do Sindicato, também participaram da reunião.

 

Renata Gomide

Assessoria de Imprensa – SSPMU